Edmond Locard (1877-1966) é considerado um dos pais da ciência forense. Enunciou princípio de que todo o contato deixa algum vestígio, conhecido como o princípio das trocas de Locard, que se tornou a base dos exames forenses sobre evidências físicas

Estudou Direito e Medicina na Université de Lyon onde criou em 1910 um laboratório policial e  depois fundou o Instituto de Criminalística.

Escreveu o Traité de Criminalistique  em sete volumes e desenvolveu pesquisas sobre identificação por meio de impressões digitais.

 

Fontes e Referências:

Crime scenes reconsctruction and analysis – Gary A McAvin – disponível em Scribd.com

História da Criminalística – Arlindo Blume – Instituto de Criminalística do Paraná

Veja também