Willian Stern (1871-1938), psicólogo e filósofo alemão, criou periódico sobre as contribuições da Psicologia à avaliação dos depoimentos de testemunhas em processos judiciais. O primeiro periódico a explorar o estudo do testemunho chamava-se”Contributions to the Psychology of Testimony” e foi posteriormente incorporado ao “Journal of Applied Psychology”

Realizou experimentos com estudantes de Direito pedindo-lhes depoimentos orais e escritos sobre fatos que haviam vivido ou presenciado, o resultado apontou a ocorrência de grande quantidade de erros nos depoimentos.

Stern nasceu em Berlin, cuja universidade concedeu-lhe o título de doutor em Psicologia. Foi o criador do teste QI (quociente de inteligência). Na Filosofia dedicou-se ao estudo do personalismo. Produziu estudos também sobre a personalidade de grupos de pessoas,  contribuindo ao estudo de grupos religiosos e campanhas publicitárias de produtos comerciais.

Fontes e Referências. Veja também:

Indiana University – Human Intelligence – Biographical Profiles – William Stern

Psych Central – World of Psychology – How Forensic Psychology Began and Flourished – Margarita Tartakovsky, M.S.

Conselho Regional de Psicologia de São Paulo – Pioneiros da Psicologia – Psicologa Betti Katznstein

Veja também